Cacoal/RO, 1 de março de 2024 – 14:06
Search
Search
1 de março de 2024 – 14:06

Lula lamenta mortes após incêndio em acampamento do MST no Pará

O presidente também pediu que o ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, vá até a região acompanhar as apurações do caso

Pedro Grigori /Correio Braziliense – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lamentou, na tarde deste domingo (10/12), a morte de nove pessoas após uma descarga elétrica causar um incêndio em um acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), em Parauapebas (PA).

Lula também pediu que o ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, e o presidente do Incra, César Aldrighi, fossem até o Pará acompanhar as apurações do caso. Um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias do acidente.

O desastre ocorreu na noite de sábado (9/12), quando uma antena de internet colidiu com um cabo de alta tensão. A colisão gerou um incêndio que teria atingido barracos no acampamento, dois deles foram destruídos.

Entre as vítimas, seis faziam parte do acampamento e três eram funcionários da empresa de telefonia que faziam a instalação da antena no momento. O coordenador nacional do MST, João Paulo Rodrigues, lamentou a tragédia. “Nesse dia de celebrar a Declaração Universal dos Direitos Humanos, estamos muito tristes de perder companheiros e companheiras, fruto de não ter um lugar adequado para morar e fruto das dificuldades da vida do nosso povo”, declarou.

Neste domingo (10/12), o MST vai reunir pessoas nas proximidades do acampamento para uma assembleia com os acampados e o ato de solidariedade às famílias. O enterro coletivo das vítimas ocorre na segunda-feira (11/12).

(Correio Braziliense)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp