O DIA 13 DE JULHO NA HISTÓRIA

Por Lucio Albuquerque – Jlucioac@gmail.com

Erro ontem: A paquistanesa Malala Yousafzai ganhou o Nobel da Paz em 2014, e não “em 1914”.

 

BOM DIA 13 DE JULHO!

 

HOJE É

Dia do Cantor, Dia do Engenheiro de Saneamento, Dia Mundial do Rock.

Católicos lembram Nossa Senhora da Rosa Mística, Santa Teresa de Jesus dos Andes , Santa Mildreda, São Esdras, São Silas, São Henrique II

 

RONDÔNIA

1976 – Iniciada a construção da escola “Vital Brasil”, a 1ª no distrito de Rolim de Moura, tendo como professora a senhora Enilda do Carmo Lopes.

 

BRASIL

1501 – Pedro Álvares Cabral regressa a Lisboa, após a descoberta do Brasil e da visita à Índia. 1901 – Santos Dumont contorna a Torre Eiffel (Paris) com um dirigível. 1930 – O Brasil é um dos 13 participantes da I Copa do Mundo de futebol (Uruguai). 1962 – O presidente João Goulart sanciona a Lei do 13º Salário, autoria do deputado Aarão Steinbrunch. 1990 – Instituído o Estatuto da Criança e do Adolescente, ECA. 2014 – A Alemanha vence a Argentina na final da Copa do Mundo do Brasil.

 

MUNDO

1917 — Terceira das seis aparições da Virgem Maria às três crianças em Fátima. 1945 — Sob código “Trinity”, é montada a 1ª arma nuclear da História no deserto de Alamogordo (EUA).

 

FOTO DO DIA

 

 

13 de julho – Dia do Cantor. Em Porto Velho há bons cantores e boas cantoras que fazem o público “viajar”, mas um deles vai além, Ernesto Melo, somando sua voz e composições à arte de levar para a música a história da cidade, transformando em autênticos hinos suas composições, a mais pedida, “Porto Velho Meu Dengo”. Líder do grupo musical Fina Flor do Samba, Ernesto Melo tem mais de 50 anos de música, maioria falando sobre cenas de Porto Velho dos bairros, do Rio Madeira, da Madeira-Mamoré, do nordestino, do luar, do Pôr-do-Sol, sempre com um pouco de nostalgia do Território Federal do Guaporé. Quando completou 70 anos, no Mercado Cultural, um coro de centenas de vozes o homenageou com a composição “Cantando em Tom Maior”, composta por Basinho. Ernesto Melo, rebatizado “Poeta da Cidade”, é membro da Academia de Letras de Rondônia (F. Agenda Porto Velho).

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp