Anuncie aqui
Anuncie aqui

Procurado por tentativa de feminicídio e tortura é preso em Colniza

José Odair foi localizado em um barraco no meio de uma região de mata

A Polícia Civil prendeu, na madrugada desta quinta-feira (19), José Odair Ildefonso Ribeiro, suspeito de tentativa de feminicídio, tortura qualificada e cárcere privado contra a mulher dele, de 21 anos, em Colniza, a 1.060 km de Cuiabá. Ele foi encontrado com a filha de 9 meses do casal, e duas crianças filhas da irmã da vítima, que também estava no local. Ela é companheira marital dele.

José Odair era procurado desde a última sexta-feira (13). Ele foi localizado em um barraco no meio de uma região de mata, a 260 km do município. Segundo os policiais, o local era uma choupana de lona, sem qualquer estrutura, o que expôs as crianças a perigo e insalubridade.

Os agentes cumpriram o mandado de busca e apreensão da criança de 9 meses, que após passar por atendimento médico, será entregue à mãe. Uma pessoa que ajudou na fuga do suspeito também foi presa.

O investigado foi encaminhado para a Delegacia de Colniza e depois será levado para uma unidade prisional. O delegado Bruno França destacou o empenho dos policiais nas buscas por José Odair.

Primeira Página não localizou a defesa do suspeito.

 

Crimes

O crime aconteceu no distrito de Taquaruçu do Norte, que fica a cerca de 250 km da cidade de Colniza.

De acordo com o depoimento da vítima à polícia, na sexta-feira (13) José Odair chegou em casa agressivo e teria tomado bebida alcoólica. Os dois discutiram e ele começou a agredi-la. Ela contou ainda que o marido tentou atirar nela com uma espingarda, mas a arma falhou.

Com raiva, ele teria quebrado a arma na cabeça da vítima, e depois, a mutilou. Quando a polícia chegou, ela estava com ferimentos, hematomas e uma lesão já infeccionada na genitália.

O homem também é suspeito de agredir a cunhada, irmã da vítima, que convivia com o casal. Após as agressões, ele impediu que as vítimas buscassem ajuda. Somente 24 horas depois do crime, os vizinhos conseguiram ir até casa e tomaram conhecimento da violência. Os moradores chamaram a polícia.

A Polícia Civil solicitou apoio ao núcleo da PM na região, que seguiu até a casa da vítima e encontrou a mulher ferida.

Diante do quadro grave de saúde, ela foi socorrida e levada para Colniza, onde recebeu atendimento médico.

Fonte: primeirapagina

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp