Cacoal/RO, 25 de maio de 2024 – 13:21
Search
Search
25 de maio de 2024 – 13:21

O DIA 12 DE ABRIL NA HISTÓRIA – REVELANDO PORTO VELHO

12.4.2024 – BOM DIA!

Lúcio Albuquerque
69 99910 8325

 

RONDÔNIA
1925 – No cine Ypiranga (Guajará-Mirim) uma luta greco-romana entre o brasileiro Domingos Souza, venceu por nocaute, e o turco J. Salin.
1949 – O governador Araújo Lima instala um “Jardim da Infância” em Porto Velho.
1953 – Recebido pelo presidente Getúlio Vargas, o governador Jesus Hosana expos a situação do Território e a necessidade de incentivo à economia do Guaporé.
1955 – Comerciantes e seringalistas criam em Porto Velho o jornal “O Guaporé”, o 2º com esse título – o 1º, em 1947 pelo governador Joaquim Rondon, funcionou até julho de 1948.
1982 – “Fiz 3 promessas ao assumir, e 2 estão em obras finais, a hidrelétrica de Samuel e o asfalto da BR. Cumprida, desde janeiro, a criação do Estado”, disse a jornalistas o governador Jorge Teixeira.
1990 – Centenas de funcionários estaduais tentaram invadir a agência Beron na 7 de Setembro, ao saberem que não receberiam salários atrasados, sendo contidos pela Polícia Militar.

HOJE É
Dia do obstetra. Dia internacional do voo espacial tripulado. Dia Nacional do Humorista.
Católicos celebram São Zenão, São Júlio I, São José Moscati.

BRASIL
1931 – Nasce Chico Anysio (m. 2012), ator, diretor, compositor, escritor e nhumorista. 1863 —Nasce Raul Pompeia (m. 1895), escritor, livro principal “O Ateneu”.

MUNDO
1961 – O russo Yuri Gagarin (1934-1968) é o 1º homem a fazer uma viagem espacial. 1671 — Canonizada Santa Rosa de Lima, a primeira santa nascida na América.

FOTO DO DIA (criança diz cada uma)

REVELANDO PORTO VELHO

Um livro digno de estar na cabeceira ou de ter sempre à mão, quando o assunto seja a história da cidade capital estadual, é o “Revelando Porto Velho”, de autoria de Luiz Brito.
“Sou autor do livro, mas para poder colocar a ideia, de mostrar a cidade ainda à época do Território, e até antes, selecionei dezenas de imagens cedidas por fotógrafos diversos.
Para Luiz Brito, a fotografia, seu material principal na obra, é capa de mostrar a própria alma de uma comunidade ou de um povo, em suas várias atividades, inclusive as religiosas. E explica:
“A história sempre atraiu fotógrafos para a cidade, e muitos deles permaneceram. Todos são ou foram importantes para documentar o processo de evolução humana e social de Porto Velho”.
Ele cita alguns desses profissionais, como Dana Merril – que documentou a construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, Pereirinha, Armando Veiga, Pedro Marques, OF Souza (fotógrafo oficial do governo nos primeiros anos da cidade), e muitos anônimos.
Ao site G1 RO, ele lembrou: “Sou muito grato a esses fotógrafos, cujas fotografias não revelam, mas nos conduzem ao passado, o que nos dá o trilho e o caminho para o futuro”.
Contato com o autor: 69 98473 8547.

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp