Cacoal/RO, 1 de março de 2024 – 12:28
Search
Search
1 de março de 2024 – 12:28

O DIA 5 DE DEZEMBRO NA HISTÓRIA – UM TENENTE ENTRE OS NATIVOS

Por Lúcio Albuquerque
69 – 99910 8325

 

5.12.23 – BOM DIA!

 

RONDÔNIA
1925 – Decreto do prefeito Joaquim Tanajura (PVH) retoma para a prefeitura 20 lotes de terras, cujos responsáveis, depois de 3 anos, nada construíram neles.

1952 – O governo do Território recebe da construtora um novo trecho, de 25 KMs, da rodovia BR-29, já com 138 KMs construído, chegando agora a 20KMs de Ariquemes.

1981 – Fundado o Lions Clube de Rolim de Moura.

1985 – A viúva, parentes e funcionários da empresa do joalheiro Raimundo Abreu, também são suspeitos do assassinato dele, inclusive policiais.

1985 – Muito tumulto no velório do joalheiro Abreu: um deles porque a viúva queria logo fazer o sepultamento, no que foi impedido pela família dele.

1989 – Inimigos políticos, o prefeito Chiquilito Erse e o governador Jerônimo Santana, confraternizam, ao inaugurar a Av. Costa e Silva, agora Migrantes, ligando a Av. Jorge Teixeira ao porto da balsa:

COMEMORE
Dia Nacional da Pastoral da Criança. Dia Nacional da Acessibilidade. Dia Internacional do Voluntário (ONU). Dia Mundial do Solo (ONU).

Católicos celebram São Sabas, São Martinho de Dume

BRASIL
1889 – A Família Imperial Brasileira, exilada pelos republicanos, chega a Lisboa.

2012 – Morre Oscar Niemeyer (+ 1907), arquiteto que desenhou Brasília.

MUNDO
63 a.C. — Cícero (106/43 a.C.) faz o quarto e final discurso das Catilinárias.

1570 — Promulgada a Missa Tridentina pelo Papa Pio V. 1931 — O dirigente comunista Stalin manda destruir a Catedral de Cristo Salvador em Moscou. 2013 – Falece Nelson Mandela (n. 1918), político sul-africano.

 

FOTO DO DIA

A BR A 22 KM DE ARIQUEMES

Em 1952, há 71 anos, a rodovia prevista para ir até Vilhena chega a 22km de Ariquemes, na época chamada também “Vila Papagaio”.
A rodovia inicia quando Aluízio Ferreira, então diretor-geral da ferrovia Madeira-Mamoré, aí por volta de 1935, consegue uma verba do governo federal e manda abrir um carreador, seguindo o traçado já existente feito por seringueiros e seringalistas.
Em 1940 o presidente Getúlio Vargas vem a Porto Velho e é levado por Aluízio para conhecer a obra, próximo à atual Embrapa (PVh). Em 1943 é apresentado a Vargas o Plano Rodoviário Nacional, inclusa a rodovia Cuiabá (MT)/Cruzeiro do Sul (AC).
Em 1945 a estrada, perto da cachoeira de Samuel, onde atua a 2ª Cia. Rodoviária do Exército, e desaparece o tenente-engenheiro Fernando Oliveira (*), o que paralisa a obra.
Ela é retomada para valer em 1960, quando o presidente JK decide construir o que o então governador Paulo Nunes Leal descreve como o Outro Braço da Cruz.
(*) Em seu novo livro “Um tenente entre os nativos” (CAPA), ainda inédito, o escritor Paulo Saldanha, inspirou-se no tenente Fernando e criou o personagem “Fernão”.

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp