Cacoal/RO, 26 de maio de 2024 – 23:05
Search
Search
26 de maio de 2024 – 23:05

PAPUDISKINA – Encerramento de um ciclo e reafirmação de Tribuna Popular em ambiente digital

Papudiskina300Esta é, provavelmente, nosso último artigo publicado em versão impressa no jornal Tribuna Popular que, de certa forma, sucumbe às mudanças tecnológicas que, dia a dia, fazem ruir vários pilares com os quais estávamos acostumados. A tecnologia digital veio para substituir outros meios e obriga a quem neles transitavam a se reinventarem e seguirem o novo fluxo.

Como funcionário contratado, ou como colaborador não remunerado, sou parte da história de Tribuna Popular desde setembro de 1987 e nesse tempo tenho aprimorado meus conhecimentos, aprendido bastante com os próprios erros. Obviamente sigo errando, como humano que sou, mas o aprendizado nesses anos de convivências e experiências me fizeram galgar novos patamares na comunicação social.

Fico triste, por um lado, por saber que Tribuna Popular encerra suas atividades como jornal Impresso, pois eu e os cacoalenses em geral estávamos acostumados a aguardar, ansiosamente, a chegada de uma nova sexta-feira para nos atualizarmos com informações desse laborioso jornal que agora fecha esse ciclo.

O lado bom é que não estamos fazendo uma despedida eterna porque o jornal Tribuna Popular adere agora, de vez, ao ambiente virtual, veiculando as informações através de seu endereço na internet, que já existe desde 2015, mas até agora em fase transitória. Agora, a Internet será o lar definitivo e único do jornal que seguirá com a mesma responsabilidade de sempre.

O que muda com o jornal Tribuna Popular totalmente no ambiente virtual? Apenas a forma de acesso. Além disso, uma outra mudança significativa é que o editor do Jornal, Adair Perin, irá estar totalmente focado com a versão online, com várias atualizações ao longo do dia e, portanto, a população não precisará esperar uma semana para ler uma informação no jornal.

É certo que em seus primórdios, Tribuna Popular era, senão a única, a principal fonte de informação a que a população tinha acesso. Hoje, com a internet, a competitividade na transmissão de notícias é acirrada e o que diferencia um meio do outro é a credibilidade com que lida com as informações. Tribuna Popular quer ser um diferencial, ajustando-se a esse novo meio, mas com seriedade e compromisso em oferecer conteúdo informativo com qualidade e responsabilidade moral e ética.

Hoje a população tem, além de vários sites e blogs, uma profusão de outros meios, como as redes sociais onde, eventualmente, recebe informações muitas vezes parciais e, em alguns casos, até distorcidas. Tribuna Popular, com sua responsabilidade, se propõe a ser uma fonte de informação mais confiável, que irá apurar os fatos e trazer notícias completas, bem fundamentadas.

Como colaborador deste jornal de longa data, quero externar meus parabéns à Tribuna Popular e equipe e especialmente ao guerreiro Adair Perin, pessoa que tem importância muito grande em minha vida, pois foi ele o primeiro a assinar minha carteira como jornalista, ainda no final da década de 1980. Estendo também os parabéns à Dona Leane Perin, esposa do Adair Perin, e os filhos do casal, Adriane, Tales e Giliane, que são parte desse projeto vitorioso.

Encerro esta crônica para externar minha gratidão ao Perin e família, pois foi a partir de Tribuna Popular que tive outras oportunidades em veículos de comunicação tanto de Rondônia, quanto do Espírito Santo e São Paulo. Também com a experiência adquirida, pude atuar no jornalismo institucional, atuando em prefeituras e Câmaras Municipais de Pimenta Bueno, Espigão do Oeste, Ji-Paraná e Cacoal (nessa ordem). Transitar no jornalismo privado e público é uma bênção por nos dar a oportunidade de conhecer os dois lados e discernir melhor ambos os contextos. Isso amplia nossos horizontes e nos permite entender os dois lados nessa interação governo e sociedade.

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp